fbpx

Ceferp | Centro de Fertilidade Ribeirão Preto - Reprodução Humana

Cabeçalho

Qmentum Oncofertility

Calendário menstrual (tabelinha): entenda seu período fértil!

Você já parou para pensar que ainda que muitas mulheres fiquem grávidas sem planejar, engravidar pode não ser tão simples quanto parece? De maneira geral, podemos dizer que é necessário conhecer bem o seu corpo e entender cada fase do ciclo menstrual para fazer as tentativas no momento em que o organismo está mais propício. Para isso, há quem aposte no uso de um calendário menstrual: a famosa tabelinha.

Provavelmente, você já ouviu falar que esse método, por si só, não é totalmente eficaz. O problema, nesse caso, não é a falibilidade da tabelinha em si, mas sim a dificuldade que muitas mulheres encontram para identificar essas fases.

É importante perceber que a contagem do ciclo menstrual não deve ser baseada somente em matemática, mas também precisa considerar os sintomas que indicam a ocorrência do período fértil, como dores abdominais e mudanças no muco cervical. Assim sendo, você deve estar atenta a eles.

Para entender melhor como utilizar corretamente a tabelinha, continue a leitura deste post especial sobre o tema e confira!

Quais são as fases do ciclo menstrual?

A cada mês, a mulher passa por algumas fases relacionadas ao ciclo menstrual. Elas são divididas conforme abaixo.

Menstruação

Todos os meses, o corpo feminino prepara o útero para receber um embrião. Caso a mulher não engravide, o endométrio (camada interna do útero) se desprende e desce em forma de sangue. Durante esse período, o útero se prepara para reconstruir o endométrio, e os ovários se preparam para liberar novo(s) óvulo(s) no próximo ciclo.

Por não haver óvulos maduros, as chances de ocorrência de uma gravidez são muito baixas.

Período ovulatório

Eis que chega a hora de engravidar! Por volta de 14 dias após o início da menstruação (considerando-se um ciclo de 28 dias), o muco cervical adquire o aspecto de uma clara de ovo. Esse é um dos sinais das mudanças hormonais do período da ovulação, indicando que o óvulo está pronto para ser fecundado. Trata-se da fase ideal para manter relações sexuais.

Pós-ovulação

Nessa fase, caso não tenha sido fecundado, o óvulo deve se degenerar, minimizando as possibilidades de uma gravidez nesse período. O muco cervical se torna mais seco, e logo a menstruação chegará novamente.

Para que serve a calculadora do período fértil?

A calculadora do período fértil serve para identificar a época na qual a mulher está mais propensa a engravidar.

Trata-se de uma maneira de mensurar, a partir de cálculos, em qual fase do ciclo menstrual você está. Associado à observação dos sinais do seu corpo, o uso da ferramenta constitui um instrumento eficaz na identificação do seu período fértil.

Como usar a tabelinha?

Para começar a usar a ferramenta, você precisará observar a quantidade de dias do seu ciclo durante alguns meses. Portanto, caso a mulher tenha ciclos muito irregulares, o uso da tabelinha não é tão fidedigno para evidenciar o período fértil.

A contagem deve iniciar no primeiro dia de uma menstruação até o dia que antecede o início da próxima. A partir daí, conhecendo o número aproximado de dias do seu ciclo, é possível estimar que o período fértil ocorra em torno de duas semanas antes da próxima menstruação.

Como calcular o calendário menstrual?

Hoje em dia, existem ferramentas na web, como a nossa, que permitem o cálculo do período fértil a partir da inserção da média de dias do seu ciclo e da data do início da última menstruação.

O calendário menstrual costuma ser eficaz para casais que estão tentando engravidar, ou mesmo para aqueles que querem evitar uma gravidez. Entretanto, o corpo humano não é uma ciência exata, e os sinais que ele envia também precisam ser observados. Além disso, se o casal já mantém relações sexuais frequentes, automaticamente as tentativas ocorrerão também no período fértil.

Se este post foi útil para você, entre em contato conosco e conheça nossos serviços de assistência à reprodução humana.

Dra. Camilla Vidal

Dra. Camilla Vidal

Médica especialista com formação em Reprodução Humana pelo Hospital das Clínicas da FMRP-USP.
CRM-SP 164.436
Dra. Camilla Vidal
Compartilhe com seus amigos
Médica especialista com formação em Reprodução Humana pelo Hospital das Clínicas da FMRP-USP.
CRM-SP 164.436
fevereiro 5, 2019 | Dra. Camilla Vidal

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine nossa Newsletter
Seja o primeiro a receber nossas dicas e novidades.a Cadastre-se agora para receber nossa newsletter.


Avaliação da Fertilidade Feminina
Saiba seu período fértil
Saiba mais sobre a fertilidade do casal