FIV com óvulos doados: é possível utilizar óvulos de doadora estrangeira?

FIV com óvulos doados: é possível utilizar óvulos de doadora estrangeira?

FIV com óvulos doados: é possível utilizar óvulos de doadora estrangeira?

Recentemente a atriz e modelo Karina Bacchi teve um filho através da fertilização in vitro (FIV) com uso de sêmen obtido nos EUA. Mas, será que também é possível gerar um bebê aqui no Brasil a partir da utilização de óvulos internacionais? Neste post, vamos conhecer as diferenças entre o uso de óvulos nacionais vs. internacionais, bem como o processo para receber embriões gerados pela FIV de óvulos doados.

Em que situação posso recorrer a FIV com óvulos doados?

Os principais grupos que se beneficiam da recepção de óvulos doados são:

  • Falência ovariana precoce (“menopausa precoce”) espontânea ou secundária ao uso de quimioterápicos/radioterápicos ou retirada cirúrgica dos ovários ou doenças imunológicas.
  • Baixa reserva ovariana: diminuição reprodutiva da função ovariana com redução importante das chances de gestação com óvulos próprios.
  • Insucesso em FIVs prévias ou nos casos de mulheres que tiveram abortos devido à baixa qualidade de óvulos.
  • Casal homoafetivo feminino: doação compartilhada entre as parceiras.
  • Casal homoafetivo masculino ou produção independente masculina com a participação de uma mulher da família para gerar o bebê.

Como escolher a doadora?

A escolha da doadora é de responsabilidade da clínica onde será realizada a FIV. No Brasil, geralmente o médico responsável pelo tratamento efetua a seleção com base em características físicas (peso, estatura, cor de pele, cor e consistência do cabelo, cor dos olhos) e, secundariamente, características emocionais (personalidade, hobbies, profissão, etc).

No caso do banco de óvulos europeu é possível realizar o teste de compatibilidade genético (matching genético) através da comparação da informação genética da doadora com o casal receptor para diminuir o risco de transmissão de doenças cromossômicas. Além disto, o centro que exporta óvulos para o Brasil disponibiliza uma tecnologia de reconhecimento facial (Ovomatch) que identifica pontos faciais em comum para auxiliar na escolha de uma doadora fisicamente semelhante com a receptora.

Como decidir entre o uso de óvulos de brasileiras ou europeias?

Nós brasileiros, somos um povo heterogêneo com descendência de diversas etnias. Algumas vezes, encontrar uma doadora pode não ser uma tarefa fácil e recorrer a um banco de óvulos internacional poderá facilitar a realização da FIV de modo mais rápido. Em outras situações, o uso de óvulos nacionais oferece a possibilidade de gerar um bebê com semelhança genética mais próxima da nossa linhagem. No quadro 1 estão listadas as principais diferenças entre o uso de óvulos de doadoras brasileiras vs. doadoras europeias:

Comparativo de banco de óvulos

Quais as recomendações do Conselho Federal de Medicina?

Segundo o Conselho Federal de Medicina (CFM), a doadora de óvulos deve cumprir os seguintes pré-requisitos:

  • Idade de até 35 anos: após esta idade pode ocorre piora da qualidade genética e maior taxa de abortos.
  • Sigilo e anonimato: doadora e receptora não devem ter suas identidades reveladas, ou seja, não podem se conhecer.
  • Não pode haver caráter comercial, ou seja, a receptora não pode pagar diretamente a doadora para obtenção de óvulos.
  • Doação compartilhada: modalidade autorizada pelo CFM, a doadora pode doar parte dos óvulos obtidos para sua FIV e, em troca, a receptora pode custear parte do tratamento desta doadora. As doadoras de óvulos neste cenário necessitam recorrer a FIV por fator masculino, síndrome dos ovários policísticos ou obstrução tubária bilateral.
  • A doadora não pode apresentar doenças genéticas, hereditárias ou psiquiátricas conhecidas.

A partir de novembro de 2017, a nova Resolução do CFM afirma que mulheres férteis podem ser doadoras voluntárias de óvulos. Nestes casos, é possível que ocorra maior chance de sucesso da FIV porque muitas destas mulheres já têm filhos e a fertilidade delas já foi testada.

Quais os passos para a realização de FIV com óvulos de doadora anônima?

Os passos até receber os embriões no seu útero são os seguintes:

  1. Consulta médica
  2. Realização dos exames solicitados na consulta e checagem do resultado pelo seu médico.
  3. No caso do uso de óvulos nacional, aguardar a disponibilidade da doadora; no caso dos óvulos europeus, você será orientada na solicitação do serviço de envio de óvulos.
  4. Após a disponibilidade dos óvulos na clínica, seu parceiro será convocado (ou aquisição do sêmen de doador) para coleta de sêmen a ser congelado antes da disponibilidade dos óvulos da doadora (óvulos de brasileiras – esta medida visa garantir o anonimato para que você e sua doadora se encontrem) ou o sêmen será utilizado a fresco após o descongelamento de óvulos de doadoras européias.
  5. Descongelamento do sêmen no dia da coleta dos óvulos da doadora
  6. Realização da injeção do espermatozoide no óvulo (4 a 5 óvulos serão utilizados inicialmente) – ICSI
  7. Após três dias da ICSI o(s) embrião(ões) serão congelados e você(s) será(ão) avisados sobre este procedimento ou os seus embriões poderão ser utilizados sem congelamento prévio se o seu ciclo foi sincronizado com o processo de fertilização.
  8. A seguir, aguardaremos a sua próxima menstruação para iniciar os medicamentos para engrossar a camada interna do útero (endométrio). Caso você não menstrue, o preparo endometrial poderá ser iniciado imediatamente. Esta fase tem duração de aproximadamente 8 a 12 dias.
  9. Programação da transferência de embriões: além do medicamento para engrossar o endométrio, você irá receber comprimidos pela vagina durante 3 a 4 dias e após este período, os embriões serão colocados dentro do seu útero. Pronto! Agora é manter os remédios e aguardar 14 dias para fazer o teste de gravidez.

Agende uma consulta e converse com um especialista em Reprodução Humana para que juntos você(s) verifiquem qual a alternativa melhor se encaixa para você!

mm

Prof. Dr. Anderson Sanches de Melo

Médico especialista em Reprodução Humana pelo Hospital das Clínicas da HC FMRP-USP.
Perfil no Doctoralia

Comentários (2)

  • Avatar

    Fabiana

    |

    Boa noite!
    Por favor, gostaria de agendar uma consulta, vcs atendem unimed?

    Desde já agradeço

    Reply

    • mm

      CEFERP

      |

      Oi Fabiana,

      Obrigada pelo seu comentário, vamos agendar sim, abaixo seguem nossos contatos:
      (16) 99302-5532 (WhatsApp)
      (16) 3877-7789
      (16) 3877-7784
      [email protected]

      Atenciosamente,

      Equipe CEFERP – Centro de Fertilidade de Ribeirão Preto

      Reply

Deixe um comentário

Perfil no Doctoralia
Perfil no Doctoralia