Como fazer o armazenamento de medicamentos do tratamento de infertilidade?

Como fazer o armazenamento de medicamentos do tratamento de infertilidade?

Como fazer o armazenamento de medicamentos do tratamento de infertilidade?

Powered by Rock Convert

As técnicas de reprodução humana assistida vêm evoluindo muito ao longo das últimas décadas. Essas técnicas têm o potencial de proporcionar a inúmeros casais ao redor do mundo a realização do sonho de ter um filho.

Para a realização de procedimentos de reprodução humana assistida, a equipe médica responsável prescreve medicações especiais. Esses fármacos têm a função de induzir respostas necessárias no organismo da futura gestante para a realização da técnica de reprodução.

Assim, seguir as orientações médicas sobre o manejo e armazenamento dessas medicações é fundamental para que seu efeito ocorra conforme o esperado. Nesse sentido, separamos a seguir as principais informações sobre como realizar corretamente o armazenamento de medicamentos especiais. Acompanhe e descubra as principais informações sobre o assunto!

O que são os medicamentos especiais?

Os chamados medicamentos especiais consistem em fármacos controlados e que não são encontrados com facilidade em drogarias comuns. Esses medicamentos são produzidos a partir de procedimentos de alta tecnologia, e demandam uma infraestrutura diferenciada para sua produção, conservação e distribuição adequadas. Todos esses cuidados são fundamentais para que as propriedades terapêuticas das drogas sejam mantidas.

A partir da utilização desse tipo de medicamento, as técnicas utilizadas para a reprodução humana assistida ganham um novo patamar de possibilidades de sucesso nas tentativas de gravidez. Para isso, é necessário que a conservação e transporte dessas substâncias seja feita dentro de uma faixa de temperatura e umidade corretas, de modo a preservar todas as suas propriedades.

Vale ressaltar que esse tipo de medicamento também é utilizado em outros tipos de tratamentos médicos como, por exemplo, tratamentos oncológicos, relacionados a endocrinologia, pediatria, entre outros. Logo, as indústrias e laboratórios que lidam com esse tipo de medicação devem ter a responsabilidade ser extremamente metódicas no que diz respeito aos protocolos de transporte e manejo dos fármacos.

Como os medicamentos funcionam?

Todos os eventos fisiológicos do organismo humano são mediados pela ação de hormônios. Esses hormônios interagem entre si para iniciar, controlar ou finalizar esses eventos no corpo do indivíduo.

No que diz respeito ao sistema reprodutor não é diferente. Existe uma série de eventos que desencadeiam todo o ciclo menstrual da mulher, cujo bom funcionamento é fundamental para que seja possível o início de uma gravidez.

Nesse contexto, pacientes que apresentam problemas de fertilidade em função de falhas nesses mecanismos recebem prescrições de medicamentos especiais que possam corrigir essas falhas. Esse tipo de medicamento pode ser utilizado em técnicas de menor complexidade como o coito programado, mas são fundamentais em outras como a fertilização in vitro.

Um dos principais métodos utilizados pela medicina reprodutiva atualmente é a fertilização in vitro ou FIV. Esse procedimento é realizado por meio da coleta de óvulos e espermatozoides para a formação de um embrião viável em ambiente laboratorial. Posteriormente, é realizada a transferência desse embrião para o útero materno, o que poderá dar início à gestação.

Para que todas as etapas desse tipo de técnica ocorram de acordo com o esperado, é necessário que a equipe médica prescreva diferentes tipos de medicações. Esses fármacos deverão ser administrados em horários e períodos específicos, além de seu armazenamento ter fundamental importância para a manutenção de todas as suas propriedades terapêuticas.

Como é feito o armazenamento de medicamentos?

O armazenamento de medicamentos varia de acordo com o seu tipo. São utilizadas várias medicações diferentes ao longo do processo da FIV, por exemplo.

Powered by Rock Convert

Na fase de estimulação ovariana, ou seja, a etapa em que se utilizam drogas indutoras da ovulação para estimular os ovários a liberar óvulos viáveis para o processo, são utilizados medicamentos que podem ser injetáveis ou de via oral.

Esses medicamentos são as chamadas gonadotrofinas, e podem ser compostos pelos hormônios FSH, LH. Naturalmente, essas substâncias são liberadas pelo organismo para a liberação dos óvulos.

Há ainda medicamentos compostos pelo hormônio hCG, que têm a finalidade de estimular a maturação do óvulo nos ovários. Esse fármaco é administrado por meio de injeções subcutâneas.

Vale citar ainda os medicamentos de suporte hormonal, compostos principalmente pelos hormônios estrógeno e progesterona. Esses medicamentos têm a função de auxiliar no processo de estabelecimento da gestação por meio da ação dos hormônios, além de poderem agir no processo de transferência de embriões.

A possibilidade de prescrição de medicamentos por via oral, injeções subcutâneas ou intramusculares, transdérmicos ou ainda vaginais serão avaliados pelo médico responsável. De maneira geral, medicações por via oral, transdérmicos e vaginais devem ser armazenados à temperatura ambiente, entre 15 e 30°C. Além disso, é importante armazená-las em um local protegido da umidade e da luz.

Já os medicamentos injetáveis devem ser armazenados em temperaturas entre 2 e 8°C, o que pode ser feito numa geladeira comum. Entretanto, vale lembrar que essas substâncias não podem permanecer em temperaturas menores que essa faixa e em hipótese alguma devem permanecer em congelamento.

Vale lembrar que a orientação médica sobre o armazenamento de medicamentos deve sempre prevalecer sobre qualquer uma das informações acima. Somente um profissional qualificado tem o conhecimento necessário para orientar da maneira mais acurada possível.

A importância do suporte da clínica de reprodução humana

Os grandes avanços da medicina reprodutiva proporcionam mais e mais sucessos nas tentativas de gravidez de milhares de mulheres ao redor do globo. Porém, é extremamente importante destacar que esse sucesso se deve majoritariamente ao conhecimento técnico científico avançado de profissionais qualificados para essa função.

Ou seja, toda a equipe com compõe os grandes centros de reprodução humana assistida estão aptos a orientar e executar o melhor tipo de procedimento de acordo com o perfil e condição fisiológica da paciente. Nesse sentido, a busca por uma clínica de reprodução assistida referência é fundamental em casos de suspeita de infertilidade ou de insucessos nas tentativas de gravidez.

Além disso, as orientações acerca do uso e armazenamento de medicamentos deve ser seguido de maneira rígida às orientações do médico ou farmacêutico responsável. A utilização desse tipo de medicamento especial depende diretamente de fatores como período do ciclo menstrual, horário e, sobretudo, das condições de seu ambiente de armazenamento.

Gostou de saber mais sobre como realizar o armazenamento de medicamentos? Acompanhe também o nosso artigo sobre o exame de FSH: o que é e quando fazer?

mm

Dr. Marcio Silva

Farmacêutico e Bioquímico – Universidade Bandeirantes de São Paulo; Pós graduado em Hematologia – AC&T de São José do Rio Preto – SP; Avaliador Organização Nacional de Acreditação – ONA.
Perfil no Doctoralia

Deixe um comentário

Perfil no Doctoralia
Perfil no Doctoralia