fbpx

Ceferp | Centro de Fertilidade Ribeirão Preto - Reprodução Humana

Cabeçalho

Diagnóstico

Saiba Mais

Avaliação da Fertilidade no Homem

Espermograma completo com capacitação espermática
Exame que mostra a quantidade e qualidade dos espermatozoides, que é de fundamental importância na avaliação da infertilidade masculina e permite direcionar corretamente o melhor tratamento. A partir dos resultados de Concentração, Motilidade, Vitalidade, Morfologia, Volume, pH, Viscosidade, Liquefação, e outros, podemos avaliar corretamente cada caso.
As técnicas de Capacitação Espermática verificam a condição da amostra após lavagem do líquido seminal e incubação em meio de cultivo. Esse resultado complementar indicará se há ou não necessidade de utilizar técnicas de Reprodução Assistida.


Basicamente, são realizadas três técnicas:

Sperm-Wash: lavagem do plasma seminal, centrifugação e homogeneização do pellet formado em meio de cultivo especial.

Swim-up: lavagem do plasma seminal, centrifugação e incubação do pellet em meio de cultivo. Os espermatozoides que migram do pellet ao meio de cultivo são os melhores e são selecionados.

Gradiente Descontínuo: passagem dos espermatozoides através de gradientes de diferentes densidades e formação do pellet com melhores, que serão selecionados.

O resultado das técnicas de Recuperação Espermática, em conjunto com a avaliação clínica do casal, é utilizado para indicar quais técnicas de Reprodução Assistida (Inseminação Artifical, ICSI ou SUPER-ICSI) podem ter melhores resultados.

Principais casos em que se deve realizar o exame: ausência de gravidez em que não se sabe a causa, homens que realizaram reversão de vasectomia, histórico de criptorquidia, caxumba, varicocele e outros. Os parâmetros avaliados são atualizados com base na última edição do Manual da Organização Mundial da Saúde.

Informações sobre o exame:

• Para a coleta é recomendada abstinência sexual de 2-5 dias.

• Possuímos uma sala privativa e adequada à coleta, minimizando o possível constrangimento e/ou incômodo do paciente.

• A amostra é coletada em frascos estéreis e não tóxicos, sendo levada ao laboratório para a análise e compilação dos resultados.

• Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS) e critérios de Krüger (morfologia), os parâmetros que mais influenciam na infertilidade devem possuir tais valores:

Volume Seminal≥ 1,5ml
Concentração≥ 39 milhões no total ejaculado
Motilidade≥ 32% de espermatozóides móveis
Vitalidade≥ 58%
Morfologia≥ 04%
Exames Complementares na Avaliação da infertilidade masculina
Na fertilização do óvulo, o espermatozoide passa pela descondensação do seu DNA. Alterações nucleares como a estrutura anormal da cromatina, micro-deleções nos cromossomos, presença de vacúolos (visualizados na Super Morfologia), ou fragmentação do DNA, podem reduzir a habilidade do espermatozoide fertilizar o óvulo e produzir embriões. Como essas alterações celulares não são percebidas no Espermograma comum, há atualmente alguns exames complementares como a Avaliação da Super-Morfologia e Avaliação da Fragmentação do DNA Espermático.


Principais Indicações:

• Fator masculino grave (alterações na motilidade, concentração e morfologia)


• Falhas de Implantação Embrionária

•Abortos de Repetição

•Infertilidade sem causa aparente


Tratamento:

SUPER-ICSI: tratamento semelhante à ICSI, com a diferença da seleção dos espermatozoides normais segundo os critérios da Super Morfologia e injeção desses espermatozoides nos óvulos, para a formação dos embriões.
Avaliação da Super Morfologia do Espermatozoide
Exame complementar aprofundado de investigação da infertilidade utilizado de tecnologia específica, que proporciona um diagnóstico mais preciso sobre os espermatozoides funcionais. O exame é realizado pela avaliação dos espermatozoides em aumento superior a 6.300x, permitindo a visualização de estruturas intracelulares, como os vacúolos. Segundo diversas pesquisas, os vacúolos possuem correlação positiva com lesões da cromatina, má função mitocondrial e maiores taxas de aneuploidia, acarretando menores taxas de gestação, maiores taxas de aborto e podendo transmitir problemas genéticos ao embrião.

O teste avalia a taxa de espermatozoides normais e anormais sob essa nova classificação morfológica, possibilitando diagnosticar possíveis falhas de implantação e abortos. A avaliação da Super Morfologia possui as mesmas indicações do espermograma simples, mas é principalmente indicado em casos de falhas de implantação; abortos de repetição e causa masculina grave (baixa concentração, motilidade e morfologia anormal).
Avaliação da Fragmentação do DNA Espermático
O stress oxidativo é uma das principais causas da fragmentação do DNA espermático e, essa fragmentação pode estar associada à diminuição da fertilização, do desenvolvimento embrionário e resultar em menores taxas de gravidez.

Existem diversas causas para a Fragmentação do DNA espermático, dentre elas: aumento da temperatura testicular; varicocele; presença de espécies reativas de oxigênio; obesidade; cigarro; e idade. Espermogramas de homens com motilidade e morfologia alteradas apresentam maiores taxas de Fragmentação do DNA espermático. E em diversos casos em que o homem possui espermograma normal há alta porcentagem de espermatozoides com DNA fragmentado, sendo uma explicação para infertilidade sem causa aparente.

​Aproximadamente 25% dos homens inférteis apresentam elevadas taxas de fragmentação do DNA espermático. E, em torno de 10% dos Espermogramas normais (em casais com infertilidade) há altas taxas de Fragmentação do DNA espermático (avaliação da infertilidade sem causa aparente). A fragmentação do DNA espermático está associada ao insucesso na Inseminação Artificial. Quando as taxas de fragmentação do DNA espermático são superiores a 30%, as chances de gravidez reduzem significativamente de 19% para 1,5%. Desse modo, pacientes com alteração da fragmentação do DNA espermático são menos indicados para a realização da Inseminação Artifical, pois apresentam menores chances de gravidez.
Outros Exames
Dosagens Hormonais: Solicitadas principalmente em casos de oligozoospermia, bloqueio da função sexual e clínica de endocrinopatia. Avaliação dos níveis de LH, FSH, Testosterona, PRL (diminuição da libido, disfunção erétil), Estradiol (pacientes com ginecomastia).
Biópsia testicular: Indicada para diferenciar os quadros de azoospermia obstrutiva e azoospermia por falência germinativa, como valor preditivo para obtenção de espermatozoides para ICSI.
Ultrassom trans-retal: Indicado em casos de suspeita de obstrução dos ductos ejaculatórios e hipoplasia/ agenesia de vesículas seminais.
Estudo Genético: Há algumas indicações específicas para o estudo genético como: oligozoospermia grave, azoospermia, suspeita de doença gênica em um dos parceiros, casais com histórico de abortamento habitual, casais com antecedentes de aberrações cromossômicas numéricas e/ou estruturais, entre outras.